BIM: conheça os padrões de Modelagem de Informação da Construção

Foi na virada do século 21 que a transição do método 2D para o 3D começou a revolucionar a indústria da construção e edificação.

O modelo digital conhecido como BIM foi tomando espaço e aos pouco reinventou os processos de desenvolvimento e comunicação em projetos.

A abordagem 3D não era nova no mercado global, a engenharia trabalhava com protótipos digitais há muito mais tempo. Entretanto, na construção civil e na arquitetura, a criação e o uso inteligente de modelos em 3D foram disponibilizados depois.

A implementação do BIM pode trazer vantagens substanciais e duradouras para as organizações.

É possível avaliar os sistemas construtivos e sua interface com outros elementos e diversas instalações. Qualquer alteração é automaticamente visualizada em planta ou qualquer corte do ambiente em questão.

O processo de projetar se torna muito mais produtivo garantindo vantagem competitiva minimizando erros na fase de obra .

Diante da pressão que engenheiros e arquitetos têm sofrido para entregar seus projetos rapidamente e com orçamentos reduzidos, vamos abordar um pouco mais sobre as vantagens que você pode ter com o BIM.

Continue acompanhando e esclareça todas as suas dúvidas sobre Modelagem de Informação da Construção!

O que é BIM?

A sigla BIM vem do inglês e significa Building Information Modeling (Modelagem de Informação da Construção). De forma mais prática, trata-se de um novo sistema de projetar, construir e operar edificações a partir do uso inteligente da modelagem em 3D.

O modelo tridimensional oferece uma visão muito mais ampla do projeto.

Ao contrário do que alguns pensam, o BIM não é o mesmo que um CAD 3D, ele aumenta a performance dos participantes possibilitando resultados mais previsíveis.

As soluções vão muito além, integrando informações e relacionamentos entre os modelos como nenhum outro sistema é capaz. Trata-se de criar, de fato, modelos inteligentes a partir do uso da tecnologia de base de dados relacional.

Quais as principais vantagens da Modelagem de Informação da Construção?

Desenvolvimento com raciocínio

Os modelos representados pela geometria são inseridos no programa, juntamente a todos os dados do projeto associado, tais como:

  • especificações;
  • detalhes do sistema de instalação/acabamento;
  • informações sobre garantia e prazo;
  • números do modelo, entre outros.

A capacidade de desenvolver um “pensamento crítico” é um dos maiores destaques do BIM. Isso faz com que ele possa gerir, automaticamente, o relacionamento dos dados introduzidos.

Na Modelagem de Informação da Construção, os modelos ganham comportamentos precisos. Dessa forma, os elementos da construção sabem o que são, o que fazem e como reagem ao restante do modelo, permitindo que o projeto seja programado e quantificado como uma montagem construída por materiais reais, com características fatídicas e relacionamentos funcionais.

Assim, é possível realizar uma gama de tarefas, como:

  • visualizar o projeto;
  • fazer uma estimativa de custos com base na listagem de quantitativos dos materiais;
  • analisar a estrutura;
  • avaliar a iluminação natural ;
  • simular o cronograma de construção.

Precisão e integração

Dada a capacidade de o sistema raciocinar e considerando as informações reais, os desenhos e planejamentos visualizados no modelo de edificação passam a ser representações precisas do projeto.

No BIM, os documentos do projeto ficam em uma base de dados integrada, interconectando as informações. Para mantê-lo em sincronia, não é preciso investir em qualquer esforço extra ou interferir manualmente.

Além desses principais benefícios, há muitos outros valores empresariais que o BIM pode proporcionar à indústria da construção e arquitetura. Na prática, a transformação dos processos é tão inspiradora que muitos profissionais não cogitam a possibilidade de trabalhar sem esse tipo de modelagem.

A seguir, vamos saber um pouco mais sobre as tendências e estratégias do BIM para os projetos de edificação atuais e futuros. Continue acompanhando!

Quais as estratégias do BIM para os projetos de edificação?

A Modelagem de Informação da Construção oferece auxílio para diversas estratégias em projetos de edificação, capazes de transformar os negócios e as práticas na indústria. Dentre elas, as principais são:

Colaboração

Em geral, as tecnologias sociais, o conceito de armazenamento na nuvem e a mobilidade oferecida globalmente têm alavancado a capacidade de reunir pessoas no ambiente de trabalho.

Existe uma expectativa gradativa de estreitamento de laços entre as disciplinas de projeto de edificação, a engenharia e a construção. Isso também tem sido possível graças ao BIM, já que ele facilita a integração e a colaboração no fluxo de trabalho, com base em modelos que se comunicam.

Produtividade

O BIM facilita a visualização de interface entre sistemas construtivos e as interferências das instalações durante a fase de projeto, permitindo a correção prévia e atualização automática para todos as vistas, cortes e plantas relacionadas.

Ao final do projeto é possível gerar uma lista de todos os itens e seus quantitativos previstos, facilitando orçamento, analise de custos e gerenciamento da obra.

O BIM tem grande importância nesse movimento, pois, ao focar na precisão e na inteligência dos fluxos de trabalho, é possível construir uma conexão entre o propósito do projeto e a construção. Assim, projetistas se ligam aos fabricantes e empreiteiros de maneira simples, prática e produtiva.

Sustentabilidade

A sustentabilidade passou a ser o padrão desejado para todos os projetos de construção com relevância.

Muitas Bibliotecas BIM já têm incorporadas informações sobre consumo de água, de energia, permitindo avaliação de economia em função do sistema escolhido.

Portanto, as ferramentas de análise em BIM com base em modelos 3D oferecem suporte para os profissionais que querem planejar e avaliar a sustentabilidade nos negócios. A partir daí, originam-se edificações ecologicamente corretas, com o melhor custo/benefício.

Modernização

Os resultados obtidos no mercado, quando mesclados à aderência do BIM e às tendências da indústria, refletem a transformação contínua da construção, sempre em busca do que há de mais moderno. As maneiras mais tradicionais de fazer negócios estão sendo substituídas por tecnologias avançadas, que trazem novos métodos e processos.

Conforme os projetos e construções aderem aos modelos é alterado o fluxo de comunicação sobre os produtos por parte da indústria. E isso só é possível com a experimentação de tecnologias inovadoras, metodologias diferentes para a entrega e novos modelos de negócio.

Como resultados dessa mudança na indústria, vemos como o BIM tem impulsionado não só o grau de colaboração, mas também, os cenários de gestão de risco e a abordagem alternativa.

Se quiserem sobreviver, as organizações precisarão adotar a tecnologia de forma estratégica e com visão de futuro. A começar pelo BIM, não é mesmo?

E então? Gostou de saber mais sobre o BIM e as vantagens obtidas com a Modelagem de Informação da Construção? Siga-nos nas redes sociais (LinkedInFacebook e Twitter) e fique por dentro do que há de mais importante no mercado!

Comments (2)

  1. Gostaria de saber mais sobre o BIM…

    1. Boa tarde Júlio, caso queira saber mais sobre funcionalidades técnicas do sistema do BIM indicamos que você procure os fabricantes de softwares, eles podem esclarecer com mais exatidão suas questões, se a caso você se interessar por nossa biblioteca BIM ela está disponível em nosso site http://www.owa.com.br para download.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This