Como proporcionar conforto ambiental na construção civil

6 minutos para ler

Ao iniciar o planejamento de um empreendimento, o arquiteto leva em consideração, além das necessidades e preferências do cliente, premissas básicas para os projetos de construção civil. O conforto ambiental é, com certeza, uma dessas importantes premissas e por isso, os profissionais da área precisam estar atentos a seus requisitos.

O conforto ambiental abrange toda condição de habitabilidade de uma construção que vise melhorar a experiência do usuário nela inserido. Na prática o ambiente deve prover condições térmicas, acústicas e de iluminação satisfatórias para o ser humano. Afinal, o que se busca ao se ocupar um espaço não é apenas funcionalidade, mas uma união entre função e conforto. Vale ressaltar que isto se adequa tanto para prédios residenciais quanto para comerciais.

Está com dúvidas sobre como proporcionar um melhor conforto ambiental aos seus clientes? Que tal saber mais sobre a importância dele, os tipos que existem e conhecer algumas dicas para melhorar os seus projetos de construção civil com o auxílio do conforto ambiental? Continue a leitura do texto e fique por dentro do assunto!

Conforto ambiental

O conforto ambiental é constituído por três principais pilares, que são:

  1. conforto térmico;
  2. conforto acústico;
  3. conforto lumínico.

A união deles proporciona que um lugar tenha condições ideais para a habitação dos usuários. Cada tipo de construção tem suas peculiaridades, e por isso as necessidades de conforto variam conforme a função final do local.

Os tipos de conforto

Cada um dos pilares citados anteriormente tem uma finalidade específica para garantir o bem-estar das pessoas que utilizam o local. Deve-se avaliar a interação do meio ambiente locais com a construção para que se possa aplicar as soluções necessárias.

Conforto térmico

O conforto térmico está relacionado à eficiência energética do ambiente, isso porque se o indivíduo sentir desconforto térmico irá utilizar algum equipamento como ar condicionado ou aquecedor elétrico. Além disso, situações em que a pessoa é exposta a temperaturas desagradáveis, locais muito quentes ou frios, podem afetar o desempenho delas nas atividades do dia a dia.

Para adequar o projeto arquitetônico aos requisitos de conforto térmico, é necessário realizar estudos como da geometria solar, do fluxo dos ventos e dos dados climáticos da região.

Conforto acústico

O conforto acústico visa adequar o comportamento do som dentro de um ambiente, para assim, proporcionar uma experiência auditiva agradável ao usuário, de acordo com a funcionalidade do recinto.

Com técnicas de isolamento acústico, pode-se evitar que ruídos externos não desejados, como o ruído de trânsito, adentrem ambientes residenciais e escritórios, por exemplo. O contrário também é possível, pode-se evitar que ruídos produzidos internamente, como em igrejas ou estúdios de música, atrapalhem os vizinhos.

Para se obter conforto acústico em um ambiente é necessário moldar o som dentro do local. Para isso, é possível que a propagação sonora seja controlada tratando o local com absorvedores, refletores e outros materiais e elementos acústicos. 

Conforto lumínico

Da mesma forma que os outros dois pilares apresentados, a iluminação deve receber uma atenção especial. Cada ambiente — seja uma casa, seja um prédio comercial — necessita de um tipo específico de luminosidade.

Locais de trabalho devem ter iluminação direta, que facilite a visualização dos objetos de trabalho. Dentro de uma residência, cada ambiente precisa ser pensado separadamente. Enquanto a cozinha precisa muita iluminação — preferencialmente branca — um quarto deve ter iluminação especial para não atrapalhar o sono.

Devemos lembrar que os tipos de conforto precisam trabalhar lado a lado, e que nenhum deles sozinho é capaz de resolver todos os problemas em uma habitação. Portanto, é preciso interagir para obter um melhor resultado.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os tipos de conforto ambiental, veja como aplicá-los em projetos. Confira!

Dicas para implementar o conforto ambiental no seu projeto

Contrate um bom profissional

Na hora de fazer um projeto de construção civil, é importante contratar bons profissionais. Eles são os responsáveis por resolver os problemas para que o imóvel seja projetado e apresente o resultado final desejado. Além disso, os arquitetos buscam encontrar um ponto de equilíbrio para entregar residências e prédios comerciais com condições de habitabilidade, ou seja, com o conforto ambiental necessário.

Cabe ao arquiteto e aos especialistas analisar a incidência solar, os ruídos gerados no entorno e na própria edificação, entre outros itens para proporcionar boas condições de habitação ao prédio.

Escolha os materiais corretos

Sabemos que a escolha dos materiais para cada ambiente é fundamental para proporcionar o conforto ambiental — afinal, são esses detalhes que permitem que as pessoas se sintam bem dentro dos prédios.

É necessário pensar nos pisos, paredes e forros que serão utilizados. Locais com pouca incidência de luz solar têm a tendência a serem mais frios, enquanto aqueles que recebem raios solares diretamente são mais quentes. Para cada caso o profissional indicará os materiais adequados.

Faça um estudo do entorno

Um bom profissional procurar entender a região ao redor do imóvel antes do início do projeto e, para isso, é necessário estudar o impacto das variáveis ambientais sobre a habitação. Esses estudos são ferramentas importantes que possibilitam identificar, por exemplo, o ruído existente no local e a quantidade de insolação recebida pelo imóvel, auxiliando a busca por soluções adequadas.

Procure profissionais especialistas e interligue os projetos

Cada tipo de conforto é responsável por um eixo das condições de habitação, portanto, o projeto de conforto ambiental é feito de forma complementar entre profissionais especialistas em cada área. Vale ressaltar: ainda que os projetos sejam realizados por profissionais diferentes, eles vão acabar interagindo naturalmente, pois as soluções para cada conforto também estão interligadas.

Ao vermos mais sobre o conforto ambiental, entendemos melhor sua importância. No entanto, não devemos esquecer que dentro dos tipos encontrados existem diversas formas de tornar as edificações melhores para seus usuários. Se você vai construir um prédio residencial, comercial ou de lazer, não se esqueça de procurar um profissional que lhe ofereça as melhores opções na hora de planejar o seu projeto.

Agora que você já sabe mais sobre o assunto, entre em contato com a OWA Sonex pelo nosso site e conheça todos os materiais que nós oferecemos — além de contar com a ajuda de especialistas que podem indicar os melhores tipos de forros para a sua construção!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-