Como reduzir ruídos de um Grupo Gerador?

6 minutos para ler

O conforto acústico é uma questão muito importante em um projeto de arquitetura. Nesse cenário, é comum que equipamentos necessários ao projeto sejam ruidosos, o que dificulta o atendimento das condições desse conforto. Dentre várias máquinas, grupos geradores são um bom exemplo de um grande desafio aos projetistas, visto que a abordagem necessária requer um conjunto de solucões que veremos ao longo deste texto. No entanto, primeiramente, é preciso entender o que afinal é um grupo gerador e seu funcionamento.

O grupo gerador é um equipamento que, de maneira geral, é acionado quando há falta de energia elétrica. Edifícios residenciais, indústrias, shoppings e hospitais utilizam esse recurso para garantir o fornecimento de energia elétrica e não atrapalhar a autonomia de seus sistemas. Essa provisão de energia se dá devido a um motor à combustão que converte energia mecânica em elétrica. Além disso, para uma correta operação é necessário que o grupo gerador troque ar para que esse motor não superaqueça.

Nesse ponto, já se tem o primeiro desafio: não se pode isolar completamente o grupo gerador, pela sua necessidade de troca de ar. Para contornar isso, utiliza-se atenuadores de ruído na tomada e saída de ar. O atenuador de ruído é um equipamento com lamelas acusticamente absorventes que minimizam o barulho do grupo gerador, quando ocorre a passagem do fluxo de ar por elas.

Os outros componentes do gerador devem ser enclausurados, ou seja, isolados acusticamente para que o ruído não afete o entorno. Em alguns casos o projetista prefere instalar o equipamento nos subsolos, o que as vezes pode gerar problemas para os moradores dos primeiros andares, se não for corretamente dimensionado. Outra opção são os geradores que já vem com uma carenagem ou cabine, que isola parcialmente o equipamento.

Você sabia que a velocidade do som no concreto é maior que a velocidade do som no ar? Enquanto a primeira atinge 2000 m/s, a segunda é de 344 m/s. Isso quer dizer que a propagação de energia na estrutura de um prédio é muito mais intensa, atrapalhando ainda mais os usuários da edificação. Isso pode ser um grande problema, porque como a rotação e funcionamento do motor causam vibrações, se elas não forem atenuadas, poderão ser transmitidas aos moradores de todos os andares.

Essa vibração criada pelo grupo gerador pode ser contida pelo o uso de um sistema de amortecimento, como molas helicoidais, que devem ser projetadas levando em consideracão a frequência do motor e a distribuição de peso do grupo gerador.

Em casos mais sensíveis, o grupo gerador deve ser isolado com uma estrutura de alvenaria revestida com material absorvente. O uso de espumas atenuadoras não combustíveis é uma prática muito bem-vista pelo mercado, pois reduz os impactos causados pelos ruídos, por meio de absorção sonora. Como, a sala deve ter um acesso para o pessoal da manutenção, esse deve ser feito utilizando de portas bem vedadas e com propriedade corta-fogo.

A escolha do material correto é essencial para o bom desempenho da estrutura e o bem-estar dos seus usuários. Improvisações devem ser evitadas a todo custo, pois existem normas que regulamentam essa área de atuação.

Tenha em mente que qualquer descuido pode causar grandes dores de cabeça em sua rotina de trabalho, como a necessidade de retrabalhos e multas. Apesar de parecer simples, esse dispositivo é encontrado em diversos modelos e, por isso, é muito importante conhecer mais sobre as suas características antes de se decidir e prezar pelo conforto acústico.

Assim, ao comprar o equipamento, é necessário pensar no isolamento acústico.

Nem todo fornecedor oferece o produto isolado na hora. Isso quer dizer que toda a logística e a instalação deve ser preparada com antecedência. O gerador com cabine ou carenagem impacta ainda mais nos custos.

No entanto, não pense que a opção mais barata deve ser a escolhida. Na verdade, você precisa analisar:

·        o tipo do ruído;

·        o orçamento financeiro disponível;

·        o tamanho da sala de máquinas;

·        a localização, a frequência e a potência do grupo gerador.

O ideal é sempre trabalhar com um consultor em acústica. Esse profissional tem o conhecimento necessário para ajudá-lo a escolher o melhor equipamento e a melhor solução.

Legislacão sobre o ruído ambiental – NBR 10151?

As normas regulamentadoras existem para padronizar as atuações dos profissionais em todo o país — e não poderia ser diferente com o conforto acústico de uma estrutura.

A NBR 10151 afirma que os ruídos do lado externo de uma edificação não podem passar de 55 decibéis em áreas urbanas durante a noite, a fim de garantir um sono tranquilo aos usuários do prédio. Por isso, é muito importante que você considere esse documento em seus projetos.

O que mais deve ser considerado?

Projetos mais antigos exigem maiores cuidados porque, em algumas situações, a estrutura existente não foi preparada em projeto para a presença de um grupo gerador. A escolha do local e a composição da casa de máquinas precisam respeitar os padrões normativos.

Outra questão fundamental está relacionada à resistência do revestimento ao fogo, já que o cano do escapamento do gerador pode chegar a até 600º C. Por causa dessa temperatura, você não pode optar por um material de baixa qualidade. É preciso escolher um produto com bom índice de redução de ruído, boa durabilidade e fácil manutenção.

Nessas horas, nunca deixe de conferir a norma NBR 16626 do Corpo de Bombeiros e seja mais eficiente e preciso em seus projetos. Lembre-se de que o grupo gerador permite o fornecimento contínuo de energia elétrica, questão que é fundamental para hospitais, prédios comerciais e até mesmo residências. Desse modo, faça de tudo para atender às necessidades dos seus clientes, sem se esquecer da redução dos ruídos gerados.

Como a concorrência no mercado é cada vez mais acirrada, você deve estar preparado para prestar um serviço de qualidade e atender a todas as demandas dos consumidores. E não se esqueça: se você não estiver capacitado, os seus concorrentes estarão!

Com isso, você entendeu como o atenuador de ruído para gerador é um assunto essencial para o sucesso de um projeto de arquitetura, garantindo o conforto acústico. Como cada situação tem características únicas, você deve ter muita atenção ao escolher o equipamento adequado.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Quer encontrar as melhores opções em isolamento acústico para os seus projetos? Basta entrar em contato com a gente e se preparar para garantir qualidade em sua rotina de trabalho!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

-