Enclausuramento de máquinas: o que significa e qual sua importância?

As orientações de um arquiteto são essenciais para o sucesso de uma obra. Sobretudo quando sabemos que são os detalhes que determinam a experiência do usuário na edificação. Dessa forma, além das tendências, é muito importante conhecer as instalações de um edifício e o impacto de cada uma sobre o ambiente construído.

Um dos equipamentos que tem sido cada vez mais implementado em empreendimentos como hospitais, indústrias, shoppings e condomínios residenciais é o Grupo Gerador. Ele é o responsável por manter o fornecimento de energia quando há uma pane na rede elétrica, e por esse motivo é considerado um item de segurança. .

Como sabemos, os Grupos geradores são motores que emitem nível de ruido elevado, e por isso geralmente são alocados no subsolo, em áreas de estacionamento ou em salas especificas, para não perturbar os ocupantes ou moradores. Se alocados da forma indevida, podem incomodar tanto os moradores dos primeiros pavimentos quanto dos mais altos, e neste caso, é necessário utilizar cabines especificas para isolar o ruído, chamadas de enclausuramento acústico.

Os equipamentos utilizados em empresas e residências hoje em dia são variados. Além do grupo gerador, que citamos anteriormente, temos diversos modelos de sistemas de ar condicionado para manter a temperatura interna de um local, exautores, bombas d´água, entre outros utilizados para melhorar a qualidade dos serviços e otimizar o tempo de trabalho. São equipamentos distintos para aplicações diversas, que apresentam o mesmo problema: geração excessiva de barulhos

Este post vai ajudar você a entender um pouco mais sobre estas cabines de isolamento acústico. Continue a leitura e acabe com todas as suas dúvidas!

O que é o enclausuramento de máquinas?

Uma fonte de ruído coloca em risco a saúde e o bem-estar das pessoas que estão à sua volta. Provavelmente, você tem dificuldades para trabalhar em um ambiente barulhento, não é mesmo? Pois então, os ruídos gerados pelas máquinas atrapalham o desempenho dos funcionários de uma empresa. Da mesma forma que, em condomínios residenciais, interferem na qualidade de vida e no sono dos moradores.

Tendo isso em vista, o enclausuramento de máquinas é uma técnica que realiza o confinamento acústico de equipamentos geradores de ruídos, ao mesmo tempo que permite a troca de ar e ventilação dos motores. Ele pode ser total ou parcial, dependendo dos objetivos do projeto e do local em análise.

Enclausuramento: como é construído?

Como falamos anteriormente, o enclausuramento de máquinas é uma técnica que realiza o confinamento acústico de equipamentos geradores de ruídos, ao mesmo tempo que permite a troca de ar e ventilação dos motores. Vamos descrever agora que componentes contribuem para este isolamento:

Carenagem ou Cabine:

Como já mencionamos em outros posts, o isolamento depende basicamente de massa e densidade. Portanto a cabine acústica deve ser construída de um material pesado, como chapa de aço simples ou dupla. Atuando como barreira sonora e evite a saída dos ruídos para o lado externo. A cabine também precisa ter resistência mecânica e durabilidade, para proteger o equipamento que será isolado.

A cabine deve ser projetada para facilitar futuras manutenções, considerando portas de acesso ou módulos desmontáveis. Em certos casos, as portas precisam de visores para permitir melhor monitoramento dos equipamentos enclausurados. Os visores geralmente são compostos de vidros espessos laminados, para oferecer o mesmo isolamento acústico da chapa de aço.

Amortecedores:

Os grupos geradores, assim como outras maquinas, podem transmitir ruído para a estrutura do edifício. O ruido destas máquinas normalmente é procedente da rotação do motor durante seu funcionamento; e as vibrações desta rotação podem ser transmitidas para a estrutura do prédio. Assim, seu ruído pode ser percebido em pavimentos muito acima e distantes da localização do equipamento

O uso de amortecedores como apoio das máquinas ou da cabine impede a transmissão desta vibração para a estrutura do edifício. Os amortecedores podem ser de mola ou de materiais resilientes, como borrachas especiais e neoprene. A escolha do modelo mais eficaz depende do tipo de ruido emitido pelo motor.que pode ser identificado com equipamentos específicos para medir o ruido estrutural.

Revestimento Acústico:

As chapas metálicas utilizadas na construção das cabines têm ótima capacidade de isolamento, mas são refletoras. Isto equivale a dizer que, do lado de dentro da cabine a pressão sonora irá aumentar devido à soma do ruido emitido pela máquina + ruido refletido pela cabine, reduzindo sua eficiência.

Por isso todas as cabines recebem revestimento acústico, como mantas de espuma ou lãs minerais. Estes revestimentos são porosos ou fibrosos promovendo a absorção sonora e aumentando a eficiência acústica da cabine.

Mas cuidado: os materiais utilizados no interior de cabines acústicas devem ser resistentes ao fogo. Apresentando classificação I-A ou II-A, pois a temperatura do motor em funcionamento pode chegar a 90ºC e do escapamento de um grupo gerador, a 500ºC. A durabilidade e segurança da cabine acústica depende da escolha correta de todos os elementos que a compõem.

Atenuadores:

Como mencionamos anteriormente, os motores trabalham em altas temperaturas, por isso precisam ser ventilados para garantir bom funcionamento e durabilidade. Como ventilação e isolamento acústico são conflitantes, a ventilação é construída com elementos que permitem a troca de ar ao mesmo tempo que evitam a saída dos ruídos. Estes elementos são conhecidos como atenuadores.

Os atenuadores estão disponíveis em diversos modelos, para diferentes exigências de redução de ruído e troca de ar. Assim como os amortecedores, os atenuadores são especificados após análise criteriosa do equipamento a ser isolado e do local onde se encontram. Por exemplo, a cabine está localizada em uma área residencial, mista ou comercial ? Cada área tem um nível máximo de ruído permitido de acordo com a NBR 10151. Por isso, analise todas as informações antes de tomar qualquer atitude.

Durabilidade do Enclausuramento: programe manutenções

Essa dica parece simples, mas ela ajuda a garantir a boa performance e a vida útil da construção e suas instalações prediais. Toda cabine de enclausuramento de máquinas precisa passar por processos de manutenção.

Quem posiciona o equipamento em um local e nunca volta para conferir o seu estado de funcionamento pode ser surpreendido por algum imprevisto. Desse modo, crie um planejamento de manutenção, considerando as características de cada máquina. Não há uma regra relacionada à periodicidade, mas fique atento para fazer a manutenção do equipamento e a da cabine em um mesmo período, seguindo orientações dos fabricantes além de boas práticas conhecidas.

Ao ler este conteúdo, você entendeu um pouco mais sobre o enclausuramento de máquinas e como ele é importante para o bom desempenho de um projeto no mercado. Na fase de projeto é importante dialogar com outros profissionais de áreas afins, um consultor de acústica, juntamente com fornecedores dos equipamentos em questão. Com essas informações em mãos, você terá segurança para tomar decisões eficientes e precisas.

Se quiser continuar nos acompanhando, siga-nos no Facebook e no Twitter. Encontre as soluções que você procura para o conforto acústico em seus projetos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This