Estúdio de música: o que fazer para garantir um som de alta qualidade?

Gravar uma música de sucesso não depende apenas de uma boa melodia ou talento. A acústica do local exerce uma influência extraordinária sobre a qualidade das músicas e gravações. Por isso, no texto de hoje, você vai conhecer os principais fatores para obter ótima acústica em um estúdio. Não perca!

Importância de uma boa acústica

Ao gravar uma música em um estúdio, é necessário que os sons de outros ambientes não sejam ouvidos no estúdio, pois caso isso ocorra, as gravações apresentarão ruídos. Mas, também há a preocupação de que o estúdio seja adequado para que o som emitido não incomode outras pessoas.

Essas preocupações são ainda maiores quando o estúdio é na casa de alguém. Principalmente se essa pessoa mora em um prédio. Afinal, em prédios é muito mais difícil gravar sem ruídos e muito mais fácil receber reclamações por barulho.

Além disso, a qualidade de uma gravação depende da qualidade acústica do local, uma vez que erros ou ausência de projeto acústico pode provocar desequilíbrio na absorção entre graves, médios e agudos, que causam o abafamento de determinados sons e notas musicais.

Fatores que afetam na acústica

Problemas como ruídos presentes na gravação, reverberação e abafamento do som podem ocorrer por uma série de fatores. Contudo, se alguns detalhes forem observados com cautela durante a construção do estúdio, os resultados serão muito positivos.

Distancias entre as paredes, teto e piso

Mesmo utilizando os materiais ideais você pode ter um som inadequado se houver ondas estacionárias no ambiente. As ondas estacionárias podem reforçar demais ou cancelar os sons em uma determinada frequência, interferindo diretamente no resultado final da gravação. Esse fenômeno ocorre principalmente em ambientes pequenos com paredes paralelas, assim como teto e piso paralelos, quando os comprimentos das ondas sonoras são valores múltiplos das dimensões da sala, ou seja, das distâncias entre paredes, teto e chão.

Para que isso não ocorra, a primeira solução é projetar o estúdio com paredes inclinadas, quebrando assim o paralelismo entre superfícies. Se não for possível, que as dimensões do estúdio sejam projetadas de forma a dificultar o aparecimento dessas ondas, considerando valores diferentes para comprimento, largura e altura e, de preferência, que não sejam múltiplos uns dos outros. Desta forma a ocorrência desse fenômeno será diminuída. Para este projeto, a melhor alternativa é contar com a ajuda de profissionais da área.

Isolamento acústico

Um dos principais fatores para o sucesso do estúdio é o seu nível de pressão sonora, ou seja, o quanto é silencioso e livre de ruídos externos. A Norma NBR 10152 – que traz recomendações de níveis sonoros de acordo com a finalidade de uso dos ambientes, recomenda 25 dBA para estúdios de gravação. Isto é possível com a escolha certa de paredes, portas e visores ou janelas que ofereçam o isolamento acústico necessário.

Como vimos em nosso Post “Entenda as diferenças entre isolamento acústico e absorção sonora“, o isolamento dependente basicamente da densidade e espessura do material, mas em outros casos pode ser conseguido com sistemas leves multicamadas, conhecidos como sistemas massa+mola+massa, disponíveis em diversas composições em função do isolamento requerido. O parâmetro que classifica o isolamento acústico de som aéreo é chamado de Rw – Índice ponderado de Redução do Ruído Aéreo – e é determinado em laboratório.

Nessa etapa de projeto do estúdio também é importante analisar as instalações elétricas e as instalações de ar-condicionado, bem como o tratamento acústico adequado para evitar a interferência destes na gravação, já que o ambiente de um estúdio é fechado e pode se tornar quente e abafado.

Condicionamento Acústico

O Condicionamento acústico vai definir como o som será distribuído pelo ambiente. De forma geral, são utilizados revestimentos em paredes, pisos e tetos que ofereçam difusão e absorção sonora, mas para atingir a acústica necessária é importante equalizá-los. Utilize produtos que ofereçam curvas de absorção sonora complementares, e claro, na medida certa, para que o estúdio favoreça tanto a música quanto a locução.

Existem muitos materiais e opções no mercado, desde placas acústicas em espumas, revestimentos em madeira, difusores e bass traps, que podem ser uma opção na construção, reforma ou adaptação de um ambiente para estúdio de música.

Janelas e portas

Não adianta utilizar os melhores materiais nas paredes, tetos e pisos se o seu estúdio possuir janelas e portas comuns. Elas não fornecem o isolamento acústico apropriado.

Nesses ambientes, deve-se evitar a presença de janelas. Quando possível, elas devem ser eliminadas e transformadas em paredes. Mas, quando essa mudança não é possível, é necessário que sejam transformadas em janelas especiais.

Para isso, deve ser realizada a substituição por um vidro mais espesso ou até mesmo uso de vidros duplos. Após a substituição do vidro, é importante verificar se as vedações da janela estão eficientes.

A janela entre a sala técnica e a sala de gravação também deve ser especial. Ela deve possuir, portanto, vidro duplo ou deve ser adquirido um visor acústico.

Existem também as portas acústicas que oferecem melhor isolamento do que as portas comuns. Além de ter um sistema de vedação eficiente, evitando frestas entre porta e batente ou porta e piso.

Instalações de ar-condicionado

Como o ambiente é fechado e isolado, pode se tornar muito quente e, por isso, será necessário um ar-condicionado. Essa instalação pode afetar na acústica do ambiente, reduzindo o isolamento ou gerando ruido que pode ser percebido nas gravações. Portanto, devem ser verificados os meios possíveis de reduzir estas interferências, sem prejudicar a eficiência de climatização.

Construir ou transformar um ambiente em um estúdio musical profissional pode resultar num investimento representativo. Para evitar gastos desnecessários, é importante que seja feito com qualidade e cuidado. Sempre contando com orientação de projetistas especializados e assim, evitar surpresas futuras.

Agora que você já aprendeu os fatores importantes e os materiais adequados para um ótimo estúdio de música, assine nossa newsletter e não perca as novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This