Qual a visão estratégica da arquitetura hospitalar?

Qual a visão estratégica da arquitetura hospitalar?

Hospitais têm a sua existência datada desde a antiguidade. O seu papel é servir de espaço para a realização de diversos tipos de tratamentos e procedimentos para enfermos. Seja em caráter de urgência, emergência, internação, entre outros!

Com o passar do tempo, algumas técnicas, como a arquitetura hospitalar, foram sendo desenvolvidas e implementadas a fim de melhorar essa experiência.

Com o intuito de aprofundar melhor o tema, preparamos este post especialmente para você. Nele, vamos tratar das principais questões que envolvem a arquitetura hospitalar.

Dessa forma, iniciaremos abordando o seu significado e suas principais diretrizes. Posteriormente, falaremos sobre o que ela precisa ter para oferecer uma boa qualidade de serviço. Logo após, abordaremos seus benefícios e, por fim, falaremos sobre a importância da contratação de profissionais e empresas especializadas. Confira!

O que é arquitetura hospitalar e quais suas principais atuações em uma estrutura funcional?

A qualidade do espaço de uma clínica ou hospital tem importância crucial para a recuperação do paciente. Quanto mais confortável for o local, mais rápido e mais tranquilo tende a ser todo esse processo.

Resumidamente, a arquitetura hospitalar busca aperfeiçoar os espaços clínicos. Seja por meio da disposição racional de ambientes e mobiliário, seja por meio da ambientação, tornando o local mais humanizado e, dessa forma, quebrando a ideia de “frio” e “impessoal” que muitos têm sobre os hospitais.

Para alcançar esse objetivo, os hospitais que inserem a visão estratégica da arquitetura hospitalar devem atuar em vários sentidos:

·        melhor disposição do mobiliário, a fim de garantir maior funcionalidade do ambiente;

·        disponibilização de materiais de fácil limpeza, evitando proliferação de vírus e bactérias;

·        inserção de cores, quebrando a monotonia dos ambientes;

·        aproveitamento da iluminação natural, a fim de humanizar o espaço;

·        por fim, a utilização de materiais para garantir conforto acústico e térmico.

O que ela precisa ter para ser essencial para uma boa qualidade de serviço?

Assim como qualquer tipo de arquitetura necessita seguir princípios básicos de função, beleza e segurança estrutural. Para que isso seja alcançando, é necessário fazer um projeto bem ancorado em diagnósticos e conhecimento da situação real do hospital e de seu entorno.

Nos dias atuais, outros critérios se tornaram imprescindíveis para uma construção, como a questão da sustentabilidade. Para isso, deve-se priorizar o aproveitamento de ventilação e iluminação natural, por exemplo.

As diretrizes da arquitetura hospitalar devem ser aplicadas, como a inserção de cores e de plantas, escolha de um mobiliário mais confortável e com mais identidade, inserção de absorvedores acústicos para minimizar a propagação de ruídos, entre outros.

Também é necessário ter atenção às normas técnicas necessárias para esse tipo de construção, sendo a principal delas a RDC-50, que trata da importância da localização dos ambientes hospitalares e da necessidade de máquinas e instrumentos em cada um deles.

Quais são os benefícios da aplicação de uma visão estratégica da arquitetura hospitalar?

Agora que você já sabe sobre arquitetura hospitalar, quais são seus objetivos e quais são as ações adotadas para alcançá-la, trataremos dos principais benefícios que esse tipo de prática traz, tanto para os pacientes quanto para os profissionais e o hospital como um todo.

Sustentabilidade

A sustentabilidade é um conceito que está cada vez mais em alta. Essa questão, aliada ao desenvolvimento sustentável, ganhou notoriedade a partir de meados do século XX, quando a humanidade percebeu que era preciso colocar um freio no desenvolvimento tradicional, que destruía florestas, contaminava o ar e poluía os rios.

Atualmente, todas as edificações de qualidade precisam fazer ponderações e adotar medidas que vão ao encontro deste conceito, auxiliando o meio ambiente e evitando a sua degradação. Como exemplo, podemos citar a inserção de iluminação e ventilação natural, que, além de humanizar o ambiente, ainda reduzem a necessidade de gastos com energia e refrigeração artificial.

Entretanto, sustentabilidade não está ligada apenas à preservação do meio ambiente. É importante também assegurar condições dignas de trabalho e de permanência no ambiente — daí a importância da humanização nos hospitais.

Controle de temperatura

É muito importante contar com um controle de temperatura adequado, a fim de garantir o conforto e bem-estar dos pacientes e funcionários.

Quando se trata de ambientes hospitalares, em que boa parte das pessoas se encontra em uma situação de fragilidade, essa questão é ainda mais importante. O controle de temperatura se dá tanto com a utilização de estratégias de refrigeração artificial quanto natural. Com isso, garante-se uma temperatura estável entre todos os diferentes horários do dia, melhorando a questão do conforto e evitando o surgimento de doenças.

Conforto acústico

O conforto acústico é outro fator importante que a arquitetura hospitalar, quando bem planejada e executada, pode oferecer para o hospital, funcionários e pacientes. O condicionamento sonoro se dá tanto pela escolha e inserção de materiais acústicos adequados quanto por decisões já na fase de projeto do local.

Além disso, é importante que se conte com a ajuda de um profissional que saiba utilizar técnicas de isolamento e absorção acústica, conhecendo a diferença entre ambas.

Paperless

Paperless é uma medida adotada por instituições e empresas a fim de reduzir a utilização do papel. Isso pode ser adotado por hospitais que contem com uma visão estratégica sobre a arquitetura hospitalar.

Com isso, garante-se menos gastos e maior organização, além de reduzir a utilização de um material que é tão prejudicial ao meio ambiente, assim ajudando na questão da sustentabilidade.

Qualidade de recuperação dos pacientes

Como já falamos anteriormente, a arquitetura hospitalar tem como um de seus pilares a humanização dos hospitais. E o principal ponto positivo desse fator é o aumento da velocidade e da qualidade na recuperação dos pacientes.

Qual a importância de contar com empresas e profissionais especializados no assunto?

Para oferecer aos hospitais uma boa arquitetura hospitalar e otimizar a aplicação de seus benefícios, é importante que todo o processo seja realizado de forma completa e profissional. Para isso, é imprescindível que você conte com profissionais e empresas especializados no assunto.

No aspecto construtivo, vale a pena contar com arquitetos e engenheiros, tanto para fazer os projetos, escolhendo os melhores materiais e soluções, como para a execução da obra, garantindo que tudo seja entregue conforme o projeto. Além disso, é fundamental contar com fornecedores de qualidade, garantindo a entrega de bons materiais em tempo hábil.

Sendo assim, a arquitetura hospitalar é um excelente princípio a ser buscado por hospitais que desejam se diferenciar no mercado. Além de garantir melhora na oferta dos serviços e oferecer aos pacientes uma melhor experiência. Fique sempre atento quanto aos profissionais e fornecedores, pois somente assim você garante uma obra de qualidade.

Agora que você já sabe o que é a visão estratégica da arquitetura hospitalar, siga-nos em nossas redes sociais e receba mais conteúdos como este!

Estamos no Facebook, no Twitter, no LinkedIn, no Instagram, no YouTube e no Google+!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This